Cotidiano, Para ler

O que eu ando lendo – Três dicas de leitura

For the English version, click here.

Há pouco tempo eu acabei resgatando meu hábito de ler livros. Também é fato que este hábito vai embora com facilidade… mas, entre tantas idas e vindas, alguns livros sempre permanecem de fácil acesso, para que eu volte a lê-los, sejam livros impressos ou em PDF. Eu tenho certa dificuldade em seguir a ordem de um livro, sempre acabo folheando os capítulos seguintes antes de terminar o capítulo que estou lendo no momento. Os três livros que vou sugerir aqui neste post não são livros de histórias ou contos, então não é necessário “seguir uma ordem”, por isso me agradam.

leia_isto_se_quer_tirar_fotos_incriveis_de_genteNome: Leia isto se quer tirar fotos incríveis de gente.
Autor: Henry Carroll
Sobre: O livro tem obras de vários fotógrafos como Henri Cartier-Bresson, Helen Levitt, Sebastião Salgado, entre outros. Através destas fotos, são dadas dicas de como fotografar pessoas, iluminação, ambiente, composição fotográfica, fotografia preto e branco e colorida etc. A linguagem é bem simples, sem complicações do mundo fotográfico, poucos “termos técnicos”, mas com instruções básicas sobre tipos de câmeras e algumas configurações que podem ser utilizadas.
Eu sempre dou uma folheada antes de sair de casa ou levo comigo, para buscar inspiração ou algo assim.

 

 

the_beatles_london_a_guideNome: The Beatles’ London: A Guide to 467 Beatles Sites in and Around London
Autor: Piet Schreuders, Mark Lewisohn, Adam Smith
Sobre: Ganhei este livro ano passad de presente de aniversário, enquanto estava morando em Londres. Eu, que nunca soube ler mapas, aprendi com ele. O livro é um guia de lugares por onde os Beatles passaram em Londres e em outros lugares ao redor da cidade. Nos mapas e nas descrições têm o nome das estações mais próximas e o que aconteceu no lugar mencionado como o hotel e que os Beatles se hospedaram, apartamento que moraram, teatros, bares e como estes lugares estão hoje. Além de ser um guia sobre Beatles, é um guia sobre Londres. Mesmo que eu não esteja mais morando lá, continuo gostando do livro da mesma forma, já que treino minha leitura em inglês.

 

 

clandestino_in_search_of_manu_chaoNome: Clandestino – in search of Manu Chao
Autor: Peter Culshaw
Sobre: Este livro não é uma biografia do Manu Chao, é um livro sobre o Manu Chao. Ganhei do meu tio no começo deste ano e achei sensacional. O autor do livro é um jornalista que acompanha o Manu e conta suas impressões sobre ele, descreve as conversas que eles têm e as opiniões daqueles que cercam Manu ou dos lugares que ele frequenta ou frequentou. O autor também conta as histórias contadas pelo cantor, sobre como seus pais e avós viveram, de onde eram, toda a cena vivida pelo Clandestino. Através destas informações, é possível compreender porque Manu é como é e de onde vem toda a inspiração e a razão de suas composições.

 

Por ora, é o que tenho. São livros bons, de leitura leve e os que são em inglês, de fácil compreensão. Não são histórias, portanto posso falar destes livros tranquilamente, sem estragar o final, como sempre faço, por isso os escolhi. Quando eu aprender a contar sobre livros e filmes, sem estragar o final, escrevo aqui sobre eles.

Salvar

Advertisements
Cotidiano

Fazer malas + câmbio + preparação pro Carnaval

Pois é. A partir de hoje faltam 29 dias para eu embarcar novamente pra terra da rainha. Ela já me avisou que mal pode esperar que eu chegue lá para podermos tomar o tão famoso chá das cinco. Mas não antes de vermos a troca da guarda e uma disputadíssima partida de Polo. Hahahaha. Falando sério agora… quem mal vê a hora de chegar lá sou eu: lugares pra revisitar, pessoas pra reencontrar (tia, tio, amigos: estou com saudades!). E sim: já comecei a fazer minhas malas.

Mas péra: falta um mês e já tá aprontando a mala? Vamos ser sinceros: a gente sempre leva coisa a mais ou a menos. Sempre esquecemos aquela meia quentinha, aquele brinco amado, escova de cabelo, ou aquela blusinha que a gente NUNCA usa, mas tem certeza que ela vai ser útil um dia.

Com o calor que anda fazendo em São Paulo, metade das minhas roupas estão apenas ocupando espaço. Então por que não aproveitar e já começar a separar as coisas?

53953958903252

De fevereiro pra março ainda é inverno no hemisfério norte, isso quer dizer que: sejam bem vindos, gorros, luvas e cachecóis! Tem mais coisas que estou separando, mas fica pra colocar a foto mais pra frente.

Como boa brasileira, siiim, tenho um cachecol gracinha verde e amarelo. E uma tornozeleira. E uma camiseta do Brasil. E… Bem, não vou ter como esconder que vim daqui.

Além das roupas de frio, tem os meus quatro amores: minhas câmeras analógicas, que com muita tristeza esqueci de levar da última vez. Mas isso não vai se repetir, pois elas já estão empacotadinhas, lindas pra cruzar o atlântico.

Outra coisa importante que venho fazendo há algum tempo, é resolver o problema do dinheiro: cartão pré pago, desbloqueio do cartão do banco pra débito, papel moeda, etc. Infelizmente, nada mudou. Sinto que vou ter problemas novamente. Depois de quebrar a cabeça, ira pra lá e pra cá, pesquisar, seguem algumas considerações:

– A opção de carregar o papel moeda é a mais viável e mais barata, porém, a menos segura (o imposto para compra de papel moeda é de 0,38%)

– O desbloqueio do cartão do banco para utilização no exterior pode ser feito pelo Bankline (no meu caso, Itaú), entretanto, o desbloqueio é efetuado somente para a função crédito. Para desbloquear débito, é necessário falar com o atendimento (eu fiz o desbloqueio diretamente na minha agência)

– SEMPRE tenha o telefone do gerente de sua agência na mão. Nunca se sabe quando vai precisar. Os atendimento telefônicos sempre presumem que estamos com problemas na função crédito. E quase nunca resolvem seu problema.

– Tive problemas com recarga online com a Western Union. Não foi creditado meu dinheiro no cartão pré pago e o dinheiro foi devolvido pra minha conta de um jeito estranho. Tentarei entender o que aconteceu amanhã, pois ninguém atende no telefone disponível no site.

– A taxa para recarga de moeda em um cartão pré pago é de 6,38%, a mesma taxa que será cobrada caso seja utilizada a função débito do seu cartão comum (aquele, do banco, que utilizamos aqui). Portanto, eu não vi vantagem no cartão pré pago. A menos que eu encontre uma casa de câmbio que tenha uma taxa negociável, inferior a 6,38%, irei preferir usar o meu próprio banco.

Mas, antes da tão esperada viagem, o que temos? Carnaval! Amor da minha vida, razão do meu viver ❤

53058390284209023Sexta feira foi dia de ir bater canela (alguém ainda fala isso?) e procurar os apetrechos pra cair na folia. Consegui meu tão esperado chapéu de irlandês (ou, como disse meu amigo, talvez um primo It – da família Addams – de chapéu) e florzinhas para uma coroa marabijosa (que eu mesma fiz). Vários dias de Carnaval, várias fantasias diferentes, que ainda estão em processo de criação improvisação.

E pra entrar no clima de carnaval, nada mais maneiro que uma música, de um bloco que é muito amor: O Bloco do Sargento Pimenta! O bloco vai pras ruas de Sampa no dia 07 de Fevereiro e pras ruas do Rio de Janeiro no dia 16 de Fevereiro.

E é isso!

Até mais!

Flavia x

Música

Playlist de Novembro

43290339932902Novembro chega ao fim e eu decidi fazer uma playlist. Não houve critério algum pra fazer esta playlist. Sério. Algumas foram escolhidas aleatoriamente, outras descobertas há poucos dias pela Internet e outras estão aí só porque gosto delas =)

A playlist está disponível no Grooveshark, e conta com as seguintes músicas:

01 – Easier Said Than Done – Rachel Goodrich
02 – You Can’t Hurry Love – Dixie Chicks
03 – Beautiful Day – U2
04 – Música – Blubell
05 – Good Morning – Miss Li
06 – Kids Aren’t Safe in the Metro – Satellite Stories
07 – Blue Boy – Vincent Vincent and the Villains
08 – To Kingdom Come – Passion Pit
09 – Momma’s Boy – Chromeo
10 – Stoked – Forfun
11 – Olho de Peixe – Lenine
12 – Maná – Rodrigo Amarante
13 – Drive my car – The Beatles
14 – Young Blood – The Naked and Famous
15 – Coast to Coast – Waxahatchee
16 – Electric Feel – MGMT
17 – Eu rimo na direita – De leve
Enjoy it!
Flavia x